Dalissa Farm�cia de Manipula��o
 
 
 
Documento sem título
 
 
Na Mídia
 
 
 
Canal da Saúde
 
 
 
Newsletter
 
 


Idmed
Os petiscos de boteco podem acabar com a sua dieta?

Quem resiste a um petisco tradicional servido por um boteco? Fim de semana, happy hour, estar com os amigos, com a família, não são necessários vários motivos para dar uma “esticadinha” num bar. Porém, quem está numa dieta? Dilema. Até que ponto os alimentos servidos nesses estabelecimentos podem arruinar todos os seus planos de emagrecimento?

Para responder a essa pergunta, a nutricionista e personal diet Mariana Fantini trouxe as comidas e bebidas mais consumidas nos bares, e explica todas as propriedades, benefícios e malefícios que todas elas podem trazer à sua saúde e, principalmente, à sua dieta. Então, veja se o seu petisco favorito atrapalha ou não seu processo para emagrecer!

Bebidas

Cerveja

A cerveja é produzida a partir da fermentação de cereais, principalmente a cevada, e possui vitaminas do complexo B, magnésio, fibras solúveis, antioxidantes e muitos outros nutrientes. Há uma crença popular de que a cerveja auxilia em alguns tratamentos de doenças ou até mesmo a aumentar a produção de leite da mãe que amamenta. Porém, isso não passa de crença, e o consumo excessivo dessa bebida pode trazer problemas muito sérios ao organismo.

Contudo, o British Medical Journal publicou, em 2000, um artigo que concluiu que o consumo moderado de cerveja é capaz de diminuir o aparecimento de doenças cardiovasculares. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), um estudo também realizado no ano 2000 mostrou que o alcoolismo é a terceira maior doença no Brasil, atrás de males do coração e tumores, apenas.

Lembre-se que, se você está querendo manter a forma ou reduzir o peso, consumir bebida alcoólica não ajuda. Apesar de um copo de cerveja não ter tantas calorias, você não consegue resistir e ficar só no primeiro. Além disso, há também o fator de que sempre queremos petiscar e isso só aumenta o valor calórico consumido. Mas, se você aliar uma alimentação balanceada ao consumo responsável de cerveja, pode trazer benefícios à sua saúde. O consumo de bebidas alcoólicas não é indicado para gestantes e pessoas que utilizam alguns tipos de medicamentos.

Consuma com responsabilidade. E lembre-se: se for dirigir, não beba.

Caipirinha

A caipirinha é uma das bebidas mais famosas mundialmente, e no nosso país é uma tradição. Qualquer lugar, desde bares a restaurantes, tem caipirinha no cardápio. Acredita-se que a bebida, feita de limão, gelo, açúcar e cachaça, foi inventada no interior do Estado de São Paulo. Atualmente, os bares vêm modificando sua receita com ingredientes muitas vezes surpreendentes, permanecendo apenas o gelo e açúcar da receita original.

A bebida contém as propriedades do limão, mas também do açúcar. Por isso, se você se preocupa com o peso ou tem predisposição ao diabetes, tenha cuidado. A caipirinha, como toda bebida alcoólica, deve ser consumida com responsabilidade e moderação.

Comidas

Tremoço

Tremoço é a semente de uma planta conhecida como tremoceiro. Tem cor amarela e é, geralmente, consumida como petisco em conserva nos bares. O tremoço é preparado da seguinte forma: é cozido e colocado em um recipiente com água, que deve ser trocada periodicamente, até que a semente perca seu gosto originalmente amargo.

Essa semente é uma leguminosa da mesma família da ervilha e da fava. Possui muitos nutrientes em quantidade elevada, como: proteína, fósforo, cálcio, vitamina E, vitaminas do complexo B, potássio, ômegas 3 e 6, ferro e fibras. Devido a sua riqueza em nutrientes, o tremoço proporciona muitos benefícios à saúde, como:

- Diminui o colesterol ruim (LDL) no sangue;
- É indicado em tratamento de diabetes por ter baixo índice glicêmico;
- Reduz o apetite por sua alta quantidade de fibras;
- Tem propriedades diuréticas, emolientes e cicatrizantes;
- Favorece a renovação das células;
- É um grande aliado na redução de peso por seu baixo valor calórico e alta quantidade de fibras.

Deve-se prestar atenção ao fato de que o tremoço comercializado é conservado em água com sal, prejudicial às pessoas com problemas de hipertensão. Por isso, consuma com responsabilidade. Enfim, se você busca um aperitivo mais saudável quando reúne os amigos, o tremoço é a melhor opção.

Frituras (Coxinha, por exemplo)

Dentre as frituras, a coxinha é o salgado mais popular em nosso país, servida em bares, lanchonetes, padarias, pastelarias. Porém, é um alimento frito e, como você já deve ter ouvido falar, tudo que é frito não é saudável. Quando precisar comer em lugares públicos, verifique se não há algo mais saudável como opção.

Torresmo

O torresmo é feito de pele de porco com gordura cortada em pequenos pedaços e frita até ficar crocante. É uma herança da colonização de Portugal, com os temperos dos negros trazidos da África. Foi “adotado” pela culinária mineira como acompanhamento de refeições e petisco.

Porém, quando pensamos que é originada da barriga do porco e que é feito da banha desse animal, e ainda por cima é frita, precisamos pensar se há alguma vantagem em consumi-lo. A verdade é que o torresmo é um petisco extremamente gorduroso, cheio de colesterol e definitivamente não traz benefício algum ao organismo. Por isso, cuidado com seu consumo.

Pastéis

O pastel é um alimento comum em feiras populares, bares e restaurantes. Independente de seu sabor, o pastel deve ser consumido com moderação, pois a fritura gera substâncias tóxicas ao organismo.

Amendoim

O amendoim é uma semente brasileira constituída de 30% de proteínas. Há algumas orientações que devem ser seguidas sobre o consumo de amendoim:

- Hipertensos não devem consumir amendoim com sal;
- Diabéticos não devem consumir os derivados doces, como pé de moleque;

O amendoim deve ser armazenado em local protegido de luz para que não fique “rançoso”, pois é rico em gordura.

Além das proteínas, o amendoim é rico em gordura insaturada como o ômega-6 e livre de colesterol. As gorduras insaturadas fazem com que os níveis de colesterol ruim (LDL) do sangue sejam diminuídos, prevenindo doenças cardiovasculares. Também é rico em vitaminas do complexo B; um aminoácido chamado arginina, que melhora a circulação do sangue no organismo; vitamina E, que deixa os cabelos brilhantes; e também tem baixo índice glicêmico, ajudando no tratamento de diabetes.

Um estudo realizado pela Universidade da Flórida (EUA), mostrou que o amendoim possui alta quantidade de antioxidantes, que protegem as células de danos que podem ocasionar câncer e doenças cardíacas.

A desvantagem do consumo de amendoim em bares e restaurantes é que geralmente vem adicionado de sal, sendo perigoso para pessoas com hipertensão e podendo gerar uma retenção hídrica, dependendo da quantidade consumida. O amendoim também tem alto valor calórico e, por isso, não deve ser consumido por quem quer reduzir o peso corporal.

Azeitona

A azeitona é constituída de 25% de azeite, que não contém colesterol, mas é rico em ácidos graxos insaturados. Como já foi dito, a gordura insaturada diminui os níveis de LDL do sangue, evitando doenças cardiovasculares. Com toda essa gordura, a azeitona acaba se tornando muito calórica. Por isso, para manter ou reduzir seu peso, consuma como aperitivo moderadamente e experimente colocá-la em pratos feitos com carnes, massas e saladas.

Esse alimento contém muitos nutrientes, como: vitaminas A, B1, B2, C, potássio, sódio, cálcio, fósforo, silício, magnésio, cloro e ferro, trazendo muitos benefícios ao organismo. Muitas azeitonas também são acrescidas de sal durante o processo de conserva e, por isso, os hipertensos devem tomar cuidado ao consumi-las.

Provolone à Milanesa

O queijo provolone, sozinho, já é bem gorduroso, mas com a farinha e a fritura, além de ser uma bomba calórica, é cheio de gordura. Prefira outros petiscos mais saudáveis e deixe o provolone à milanesa de lado. Seu organismo agradece.

Tábua de frios

As tábuas de frios são bem variadas, de acordo com cada estabelecimento. Mas aqui vamos falar de ingredientes básicos que, normalmente, estão presentes nessa preparação.

Salame: normalmente é preparado com carne bovina ou suína, vinho, sal e especiarias diversas. Essa mistura é fermentada por um dia, depois introduzida em uma tripa de papel comestível e pendurada para ser curada. Os principais tipos de salame são: hamburguês (com pimenta-preta em grãos), milanês (leva vinho branco na composição) e italiano (com temperos mais suaves). Há muita gordura nos salames pela mistura que envolve a própria gordura dos animais, por isso, devemos consumir com cuidado esse alimento.

Presunto e o apresuntado: são feitos das pernas traseiras do porco. Mas o apresuntado tem mais gordura que o presunto “normal”, porque mistura outras partes do animal. Como todo alimento originado de animal, têm bastante colesterol. Mas também têm cálcio, ácidos graxos insaturados, fósforo, ferro, potássio, vitaminas do complexo B e vitamina C, trazendo benefícios à saúde. Porém, são ricos em sódio e, como todo alimento rico nesse nutriente, não devem ser consumidos por hipertensos.

Queijo: existem vários tipos de queijo que podem ser servidos pelos bares e restaurantes, como o gorgonzola, que pode ser feito de leite de cabra ou vaca e acrescido de fungos que dão seu sabor peculiar. Outros queijos são: mussarela, parmesão, prato e provolone, feitos com leite de vaca. Quanto mais amarelo o queijo, mais gordura está presente. Por isso, tenha cuidado em sua escolha.

Mandioca frita

A mandioca é uma raiz brasileira cheia de nutrientes, como: cálcio, ferro, fósforo e vitaminas do complexo B. Seus benefícios para a saúde são grandes. Mas, frita, ela contém muitas calorias e está cheia de gordura. A gordura da fritura é um grande perigo para a saúde porque pode aumentar o colesterol, causar doenças cardiovasculares, entre outros problemas.

Mais uma vez tenha cuidado ao optar por esse petisco. Prefira aqueles mais saudáveis.

Batata frita

Um estudo realizado pela Escola Médica de Harvard, nos EUA, concluiu que o consumo de batata frita não é um fator de risco associado ao aumento de câncer de mama e próstata. Na verdade, é um estudo sobre a acrilamida, substância formada quando muitos dos alimentos ricos em carboidratos são assados ou fritos. Porém, ainda não foi comprovado em outros tipos de câncer. A batata também tem muitos minerais como potássio, cálcio, fósforo e magnésio, que beneficiam os ossos, ajudam a manter as células em bom funcionamento, auxiliam o funcionamento dos músculos e nervos, entre outros.

Como as batatas são fritas em óleo vegetal, que é reutilizado muitas vezes, aumenta a concentração de gordura trans, muito perigosa para a saúde, pois o alimento absorve mais gordura que o normal. Se pensarmos que, quando sentamos em uma mesa de bar ou restaurante, consumimos mais ou menos 12 tiras de batata frita, estaremos consumindo em média 155 calorias. Mas, em uma porção de mais de cem fatias, com o famoso catchup e um refrigerante comum, alcançamos, fácil, 1.500 calorias.

Mas a preocupação não é só com as calorias, e sim com a quantidade de gordura presente na batata frita. Nada menos que 57% de gordura, sendo grande parte de gordura saturada. Já a batata congelada tem muita gordura trans, que é gerada pela gordura hidrogenada adicionada para garantir que fique crocante. Essas gorduras trazem riscos à saúde, como doenças cardíacas e até câncer.

Sei o quanto é difícil resistir a essas delícias quando estamos reunidos com os amigos, mas tente pelo menos reduzir o número de vezes que consome ou se contente com apenas algumas tiras. A saúde agradece e seu coração também.

Polenta frita

A polenta tem origem na região norte da Itália, e é feita de farinha de milho, água e sal. Esse alimento é rico em vitamina A, que protege pele e mucosas, reforça o sistema imunológico, auxilia nas funções da retina e na formação de ossos, pele, cabelos e unhas, e carboidratos, que dão energia ao organismo.

Porém, quando frita, a polenta não traz apenas os benefícios de seus nutrientes, mas também os malefícios da fritura, como já foram citados, que devem ser pesados na hora de fazer sua escolha.

Frango a passarinho

O frango a passarinho é uma receita de muito sucesso em bares e restaurantes. Um alimento saboroso e prático. Rico em proteína, que ajuda a construir os músculos e pele do corpo, cálcio, fósforo, ferro, sódio, potássio, entre outros nutrientes. Seus benefícios à saúde são muitos. Porém, se você consumi-lo com pele e, ainda por cima, frito, a gordura e o colesterol aumentarão muito, trazendo riscos cardiovasculares.

Enfim, o que importa é o quanto e como comemos os alimentos. Por isso, faça escolhas inteligentes.
 
Documento sem título
     
 
 
Ética Manipulação Farmacêutica Ltda
Farmácia Dalissa CNPJ: 00.548.620/0001-60
Unidade 1: Av. São João, 146 - Centro, Atibaia (SP)
Telefone: (11) 4413-3455
Unidade 2: Rua Clóvis Soares, 719 - Alvinópolis - Atibaia (SP)
Telefone: (11) 4411-0253

Horário de funcionamento:
De segunda a sexta, das 8h15 às 18 horas e aos sábados, das 09h00 às 13h00

Farmacêutica Responsável: Lissandra Negrini Bigliatto Oliveira - CRF/SP 18.421
Autorizações ANVISA: AFE nº 25351.224020/2002-95 - AE nº 25351.035879/2003-11 - Certidão de Regularidade:CRF/SP nº 21.267 | Licença VISA Atibaia nº 0531
 
 
 
 
Copyright © 2013 - Todos os direitos reservados | Produzido por FrameSet