Dalissa Farm�cia de Manipula��o
 
 
 
Documento sem título
 
 
Na Mídia
 
 
 
Canal da Saúde
 
 
 
Newsletter
 
 


Uol
Carboidrato é mesmo o vilão da dieta?

A falta de informação e as famosas dietas “zero carbo” deram ao carboidrato o título de vilão da alimentação saudável e do emagrecimento. Entretanto, assim como proteínas e gorduras, essenciais para uma dieta equilibrada, o macronutriente também precisa estar presente.

De maneira geral, os especialistas entrevistados pelo UOL batem na tecla das boas escolhas e na quantidade de alimentos que ingerimos ao longo do dia. O médico endocrinologista Renato Zalli, do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, atenta para o fato de que a vida corrida e estressante nos leva, naturalmente, a opções menos saudáveis, e é aí que está o perigo.

“Além disso, sabemos que, na capital paulista, por exemplo, 30% das pessoas sofrem com distúrbios de sono. E dormir mal também afeta a qualidade da escolha do que comemos”.

A seguir, desmitificamos alguns sensos comuns em torno dos carboidratos, que não são tão maus assim: basta incluir no dia a dia aqueles que trarão benefícios à saúde.

Comer carboidrato à noite engorda

Parcialmente verdade. De acordo com os especialistas, qualquer refeição feita na parte da noite, quando o indivíduo entrará em repouso, pode engordar mais do que durante o dia. Isso ocorre porque o carboidrato ingerido se transformará em energia acumulada, ou seja, gordura, e não haverá tempo para gastá-lo. "É mais indicado consumir carboidratos pela manhã ou durante o dia, quando você ainda está em movimento", afirma a nutricionista Carina Muller.

Não existem carboidratos saudáveis

Mito. Muitos alimentos não são considerados carboidratos, mas têm o macronutriente em sua composição. É o caso da frutose nas frutas. E o próprio paladar ajuda a guiar sobre as que têm mais ou menos quantidade: quanto mais doce, mais carboidrato. Portanto, se você deseja menos carboidrato na dieta, prefira aquelas que são mais azedas, como maracujá, limão e acerola. Os especialistas indicam que as frutas sejam consumidas preferencialmente in natura, já que na forma de suco, por exemplo, existe maior concentração de frutose. Quanto a outros grupos de alimentos, inhame, cará, mandioca, milhos e cereais, entre outros, têm carboidrato.

O pior carboidrato é a farinha branca

Parcialmente verdade. A farinha branca também está na briga, mas o grande vilão é o açúcar refinado. Ambos passam por processamento químico e não fazem parte da alimentação saudável. O médico endocrinologista Renato Zalli ressalta, ainda, o efeito viciante do açúcar, que não traz nenhum nutriente. "Quando mais você come, mais vai querer. Em forma de líquido, como os açúcares dos refrigerantes, entra mais rápido na corrente sanguínea, elevando o índice glicêmico e causando diabetes, por exemplo, além de outras doenças, como obesidade".

Alimentos com carboidrato são mais calóricos

Mito. Em termos de calorias, Carina Muller fala que as gorduras são mais perigosas. "Enquanto um grama de carboidrato tem quatro calorias, um de gordura tem nove, mais do que o dobro".

Só dá para emagrecer cortando o carboidrato

Mito. Dietas restitivas podem ser efetivas para redução de peso a curto prazo. Entretanto, consumir carboidrato, assim como proteínas e gorduras, faz parte da alimentação equilibrada e saudável. Sem carboidrato, que fornece energia para o organismo, o corpo precisa explorar os músculos, a massa magra, para a formação de glicose. "A restrição a esse macronutriente durante um longo período pode levar a sintomas indesejáveis, como dor de cabeça, mau hálito e alterações de humor. O consumo é importante também para a produção de serotonina, hormônio responsável pelo bem-estar", explica Clarissa Fujiwara, do departamento de nutrição da Abeso (Associação Brasileira para Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica).

Se é integral, não engorda

Mito. O cuidado com a quantidade do consumo de alimentos integrais deve ser o mesmo. A diferença está apenas no processo de refinamento, pelo qual não passam, e, por isso, preservam as fibras, essenciais para o trânsito intestinal. Portanto, o valor calórico não é alterado e comer desenfreadamente pode levar ao aumento de peso. "Para conseguir uma alimentação saudável não é necessário deixar de lado pães e massas. Você pode, por exemplo, fazer um bolo com farinha integral, adoçar com açúcar mascavo ou mel e acrescentar frutas, castanhas... Tudo depende da porção consumida e como é a composição desse alimento", diz Carina Muller.
 
Documento sem título
     
 
 
Ética Manipulação Farmacêutica Ltda
Farmácia Dalissa CNPJ: 00.548.620/0001-60
Unidade 1: Av. São João, 146 - Centro, Atibaia (SP)
Telefone: (11) 4413-3455
Unidade 2: Rua Clóvis Soares, 719 - Alvinópolis - Atibaia (SP)
Telefone: (11) 4411-0253

Horário de funcionamento:
De segunda a sexta, das 8h15 às 18 horas e aos sábados, das 09h00 às 13h00

Farmacêutica Responsável: Lissandra Negrini Bigliatto Oliveira - CRF/SP 18.421
Autorizações ANVISA: AFE nº 25351.224020/2002-95 - AE nº 25351.035879/2003-11 - Certidão de Regularidade:CRF/SP nº 21.267 | Licença VISA Atibaia nº 0531
 
 
 
 
Copyright © 2013 - Todos os direitos reservados | Produzido por FrameSet